sábado, 18 de outubro de 2008

Só louco entende louco


"Eu pensei que fosse o tempo
De achar agora todas as provas
Dentro das últimas horas
Que me restam desse dia
No centro desse quadrado
Desse apartamento
Viajei, não me contento
De me satisfazer com o que é visível
Aí invento uma verdade pra suprir a vaidade
Mas a minha mocidade me faz sofrer
Sim, procurei pela pessoa
Que infernizava os meus neurônios à noite
Mas quando encontrei, pro meu espanto
Aquele cara era eu!
Me enfurnei naquele canto
À procura de uma nova armadura
Pra esconder minha candura, minha paz,
Minha loucura e aproveito enquanto dura
Para ouvir umas ranhuras de Tom Zé"

Não tente me entender.
Eu sofro processos constantes de mutação.
Hora amo, dali a pouco não amo mais.
Hora eu odeio, em menos de segundos... esqueci!
Tenho interesses múltiplos e isso já me causou a leitura de frases como: "Você é estranha".
Vou desde uma batida frenética de um Psicodélico nervoso
À extrema calmaria do solo de piano que faz fundo a esse blog.
Personalidade difícil? Sim! Demais.
Até onde a sinceridade vale a pena?
Até onde expôr o que está sentindo não está relativamente ligado a machucar sentimentos?
Ops, eu disse sentimentos??? Existe isso ainda?
Em um mundo onde olhar para o próprio umbigo é prioridade máxima?
Acho que usei a palavra errada.
Retificando:
Até onde expôr o que está pensando está relativamente ligado a deixar a pessoa ouvinte batendo cabeça na parede se perguntando: "onde foi que eu errei em dizer tal coisa?"
No fundo no fundo, o egocentrismo é maior.
Mal interpretada muitas vezes.
Errando muito, tentando na mesma proporção acertar.
É aqui meu ápice e minha queda.
É aqui que eu exponho o que eu sinto, e nesse momento eu estou revoltada rs*
Vai passar... vai passar...

13 comentários:

  1. Tudo passa, Lobato.

    E logo mais mando o texto pra você.

    Um carinho.
    Continuemos...

    ResponderExcluir
  2. Que musica eh aquela ali do começo do post??
    =P

    aUHauhAUHAuh quanto ao texto, entendo vc... "Só louco entende louco"
    AUHauhaUH

    beijokões guria!!
    ;)

    ResponderExcluir
  3. Oi menina é como voce disse
    Vai passar... vai passar... Bjoka

    ResponderExcluir
  4. Oi Jamille,

    Hoje é o dia certo para você:
    Amar , Ousar
    Produzir. Acreditar,
    Sonhar, Ser Feliz!!
    Porque tudo passa, tudo...

    Beijos
    Ps:Às vezes fico inspirada, e me empolgo nas poesias, rsrsr

    ResponderExcluir
  5. Vai passar... E palavras podem nos ajudar...
    Bjos!
    Leandro

    ResponderExcluir
  6. Jamille,

    Isso passa, tudo passa.

    "Ops, eu disse sentimentos??? Existe isso ainda?"
    Não desista dele, ele existe sim, temos momentos em que ele parece sumir, mas ele continua ali, só está guardadinho esperando a hora de aparecer.

    Beijos e ótima semana

    ResponderExcluir
  7. Ah linda acho que todos somos assim, inconstantes e sempre podendo ser mal interpretados, é a vida.
    Mas como vc mesmo disse PASSA, mas cedo ou mas tarde passa
    Uma ótima semana pra ti

    ResponderExcluir
  8. Eu já tinha comentado no blog novo? NÃO? que feio...
    Mas to aqui... Querida, tudo passa, mais cedo ou mais tarde, e quando te deres conta, já andarás sorrindo novamente...
    Quanto a ser estranha, tb era, agora sou bem normalzinha... quando perdemos o medo das coisas, nos estabilizamos... e é mais fácil do que parece...

    beijossss

    ResponderExcluir
  9. O sonho de hoje voa no amanhã
    Esta terra prende-me os pés
    Um fruto maduro é repasto de pássaro
    Um caminho feito de lés a lés

    Taça de finos aromas
    Uma súplica presa na brisa da tarde
    Na morada dos teus maiores desejos
    Há um coração que por ti arde



    Bom domingo



    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  10. Nessas horas, nada melhor que palavras...
    Somente elas nos retiram desse transe...

    ResponderExcluir
  11. Tudo passa, pode ter certeza, so a morte que não!


    bjo

    ResponderExcluir
  12. Amiga,
    Mudei o Feeds do Compartilhando as letras. Gostaria que vc linkasse o novo endereço para receber as novas atualizações.Beijão e obrigada

    http://evelyns-place.com/compartilhandoasletras/

    ResponderExcluir
  13. Há momentos em que não é simples interpretá-los.... há outros que nem precisam que sejam! Errando e aprendendo, subindo cada degrauzinho daquela escada a qual lhe falei um dia...

    Tudo passa... tudo há de amadurecer a cada dia... junto com a personalidade de um alguém, que reside dentro de cada um de nós!

    Bjooo

    ResponderExcluir

O uso da palavra define o ser humano. Raramente, num instante de meditação, ficamos livres do pensamento. Uma das nossas características centrais é que falamos quase o tempo todo, não apenas com palavras físicas, mas também mentalmente. Quando não dizemos nada para os outros, estamos dizendo coisas para nós próprios. Quando não escutamos alguém, ouvimos dentro de nós a voz interior das esperanças e anseios que habitam nosso universo pessoal.
Portanto, sintaxe a vontade, para expressar-te aqui!